PROIBIDO FUMAR (MESMO EM CASA, OU AO AR LIVRE, OU EM CUBATÃO) ?

Então parece que eu realmente voltei a fumar. E exatamente do mesmo jeito que há vinte e tantos anos : um dia, um traguinho só por diversão, o traguinho dando aquela tontura gostosa de quem não está acostumado, aí mais um aqui, outro ali, e pá, quando a gente vê, já está comprando maços de novo e ficando preocupada quando fica sem. Não sei se é vício – se fosse, talvez eu não tivesse conseguido, em certa ocasião, parar de uma vez e por uns dez anos -, mas a verdade é que eu gosto. Fumar me dá motivo pra sair da sala, ou da agência, ou de qualquer lugar onde a deletéria fumaça de um cigarro possa incomodar loucamente ou envenenar mortalmente outras pessoas, normalmente delicadas flores que cheiram fumaça de óleo diesel aos quilos todo dia, se entopem de picanha cancerígena e aterosclerogênica e bolachinhas recheadas com gordura trans sabor artificial de morango, flertam - flertam nada, trepam, em todas as posições listadas pelo kama sutra e em mais 17,5 ainda em fase experimental e não aprovadas pelo F(o)DA - com a cirrose e fodem com a paciência dos circunstantes através do consumo excessivo de bebidas alcoólicas e do uso extremamente parcimonioso do próprio superego e de qualquer migalha de educação que suas mães e pais lhes tenham dado, tomam remédios pra emagrecer que as deixam maníacas e agressivas ou ansiolíticos que as deixam lerdas, burras e sonolentas, piram na ortorexia sem contemplar a quantidade de pesticidas, hormônios sintéticos e transgênicos existente em suas verdurinhas, frangos atropelados e grãos super saudáveis, ou seja : o cigarro não deixa de ser uma espécie de arma anti-mala histérico-hipócrita-burro, uma desculpa para a solidão, um repelente contra representantes da juventude sadia-e-dourada e da velhice apavorada ao mesmo tempo, com o ganho extra de que até as criancinhas ultra-chatas também são incentivadas a sair de perto do dragão cospe-fogo que insiste em não embarcar nesta forma de histeria, discriminação e perseguição em particular. Infelizmente, por outro lado meu pobre Marlboro mentolado atrai também a forma de vida mais baixa do my own private livrinho de biologia : o chato saudável que só quer o seu (ou, no caso, o meu) bem (sem que ninguém lhe tenha pedido, ou permitido, tal preocupação, mas isso pra ele é detalhe sem importância) e portanto não pode deixá-lo se envenenar sozinho e em paz no seu canto, sem se sentir instado por Deus e o destino a vestir sua capa sagrada, pegar a espada de fogo e a auréola de santo e vir encher o saco, seja com dados e estatísticas sobre as mortes causadas pelo cigarro, seja com gracinhas imbecis sobre fumantes serem fedidos ou, pior ainda, sacar da originalíssima piadinha da década de 70 do século passado (sem graça desde então) e perguntar se ele pode fazer xixi em mim, já que supostamente o xixi, e não a perda da noção, do equilíbrio, do bom senso, da coordenação motora e da capacidade de entender quando não é bem-vindo, é que é o “lado ruim do prazer de beber”. Eu sei que cigarro faz mal, assim como sei que praticamente tudo o que eu respiro, como, bebo, ingiro como remédio ou passo na pele como hidratante também faz. Da mesma forma como tantos desses chatinhos health-crazed sabem que a AIDS ainda mata, mas preferem acreditar que não porque não gostam de usar camisinha,  ou desconfiam que talvez morar sob torres elétricas lhes cause câncer, mas não estão dispostos a procurar outra casa ou a criar caso com as companhias que fornecem eletricidade (ou a indústria alimentícia, ou automobilística, ou eletrônica E ATÉ A tabagista, enfim : com corporações grandes, poderosas, bilionárias e cheias de advogados.). Normal, né ? Muuuuito mais fácil, prático e econômico pegar no pé ou torrar as gônadas da pessoa física indefesa, ou seja, do pobre coitado fumante mais próximo.  A pessoa supre sua necessidade vital de se sentir superior à malta ignara, dá um tapa gostoso no seu complexo de santa, elimina qualquer desconfiança de estar sendo um prego com a justificativa de estar sendo altruísta (heh) e não gasta um tostão nem compra briga com alguém que possa reduzi-la - e aos seus argumentos - ao pó de traque que, no fundo, ela já sabe que é. Eu sei que, com a minha saúde já em declínio há um bom tempo, em algum momento vou ter que parar de fumar novamente, de preferência de uma vez por todas, e provavelmente farei isso. Mas farei quando e se quiser, porque eu quero, e não porque bobos manipulados de diversos tipos que  gostam de se sentir superiores a mim porque não fumam me dizem que eu devo. E finalmente, porque ao contrário de todos esses gênios da raça, eu já percebi que fumando ou não, bebendo ou não, comendo ou não transgênicos, gorduras saturadas e o escambau, eu – e oh, sim, todos eles também – certamente vou morrer um dia, e não tenho o menor controle sobre quando ou como. Uuuuhh, pensamentozinho desagradável, né ? Tem gente que acha melhor nem lembrar disso, ou, se a lembrança surgir, beber pra esquecer. Eu prefiro acender um cigarro... e pensar a respeito. Pensar, sim, é um vício, e deste eu não quero me livrar nunca.



Escrito por Cynthia às 17h27
[] [envie esta mensagem]



DIÁLOGOS BEM BOBINHOS, SÓ PRA ATUALIZAR

Gatim diz:

Gozado como são as coisas. O Kadu Molha o Terno lança livro, e um monte de atrizes aparece lá, pra dar "apoio". Esprit de corps mais vagabundinho, hein.

Cynthia diz:

Esprit de porc das vagabundinhas, isso sim.


Gatim diz:

 Ah, o Doors (só com o Manzarek e o Krueger do original, claro) vem tocar no Bolshoi, domingo.

Cynthia diz:

Ainda bem que são só eles... se o Jim viesse também, tinha que ser na irradiação espírita, né ?


Gatim diz:

depositatum est

Cynthia diz:

hallellujah

Gatim diz:

Er... eu tou falando é do cheque do seu salário, não do meu...

Cynthia diz:

eu sei.

pra você ver como eu tô ficando aliviada à toa...


Cynthia diz:

Ei, que papo é esse do Flamengo acertar com o Adri*no ? Ele vai jogar no Fla em vez de se aposentar ?

Gatim diz:

Er. Parece que é verdade, hehehehe. Não conseguimos levar o Ronalducho, vai o Bartleby dos gramados.

Cynthia diz:

uai, bão tumém. E ele ainda pode continuar morando onde gosta.

Gatim diz:

Isso. E diz que ele tá namorando uma das mulé fruta.

Ou melhor, ela deu em cima dele depois do auê todo e ele correspondeu.

Cynthia diz:

Eita.

Cynthia diz:

“Eu acho uma coisa horrorosa

essa história de mulher-fruta.

Com qualquer outro nome a rosa

continua cheirando a puta.”

Gatim diz:

HAHAHAHAHHAHA

Cynthia diz:

by William of Assaré, Esq.

 


 

- O problema do twitter é que tem gente que não pensa antes de publicar, e aí sai dando canelada e ofendendo 200 amigos de uma vez só.

- É mesmo, devia se chamar “tirríter”

- Ou, pelo efeito que tem nos followers, “deskurt”.

 


 

Luri: quando você erra alguma coisa (mas tinha a certeza de que estava certa) te dá vontade de cortar os pulsos com a faca da cozinha?
Cynthia: dá sim.
Cynthia: que foi que cê fez ?
Luri: escrevi cuzcuz
Cynthia: Hehehe...
Luri: sem nem sonhar que a palavra tava errada...daí a clieeente viu
Luri: tô aqui sem saber se caso ou se compro uma bicicleta
Cynthia: fica triste não, Luri. Foi só um cuscuz. Todo mundo escreve cabunda de vez em quando...
Luri:
hahahahahha

 


 

Gatim diz:

Ói que interessante. http://www.imdb.com/title/tt0974014/

Cynthia diz:

Hehehe, sabia não que seu Darwin e dona Darwin eram lindos assim...

Gatim diz:

Rindo a toa

Cynthia diz:

Isso é que é evolução, hem ?

 

 

 

 

 

 

 

 



Escrito por Cynthia às 16h57
[] [envie esta mensagem]



DE TWITTUS

ou O QUE A AVE AQUI GORJEIA NÃO É NEM LOUCA DE TWITTAR

 

Pra quem ainda não sabe o que é twitter, é fácil : é uma espécie de mural internetal onde qualquer um pode pregar seu bilhetinho, ou seja, dizer o que quiser, quando quiser, e a quem estiver interessado, desde que não passando de 140 caracteres a cada vez. As pessoas escolhem quem vão “seguir”, ou seja, cujos bilhetinhos virtuais, ou tweets, elas lerão, e optam se os seus, por sua vez, serão lidos por qualquer pessoa ou apenas pela sua lista de amigos autorizados. Alguns usam o twitter para fazer perguntas, desabafar uma raiva, dúvida, crush ou tesãozinho que é melhor não expressar no local de trabalho, com maior ou menor grau de humor e interesse; outros dão links interessantes de vídeos, textos, fotos etc. Uns dizem coisas herméticas pra ninguém entender (suspeito que nem eles mesmos, às vezes.). Outros resolvem usar como chat, e não só para um ping-pong rápido, mas até pra longos papos, mesmo que o assunto só interesse aos dois envolvidos. Apesar de o MSN ou o bom e velho telefone ainda serem o melhor meio pra isso, aparentemente para estes a atenção alheia vicia a tal ponto que eles acham necessário twittar o dia inteiro, seja para avisar que foi descoberto um meteoro vindo em direção à Terra, seja para comunicar que seu pé tá coçando. É o tipo da pessoa que, se pudesse, vivia com uma câmera pendurada à frente do próprio rosto, apontada pra ela e emitindo sinais para todo o universo conhecido e mais os alternativos, não importando se ela está presidindo uma conferência de paz, descobrindo a cura do câncer, tomando limonada ou fazendo cocô de madrugada. Contra esta cepa de malas sem alça, felizmente, existe o “unfollow”, ou seja, a opção de você parar de receber os bilhetinhos dela. Infelizmente, o “unfollow” é outra novela, já que muita gente leva pro lado pessoal e... mas peraí, que eu estou me alongando demais. Já que falamos de twitter, vamos adaptar a mensagem ao meio e falar sobre ele em sua própria língua, ou seja, em 140 caracteres... de cada vez.

 

 

...ou DE 140 EM 140 CARACTERES, O PASSARINHO ENCHE O SACO.          

 

 

Gente boa é gente boa, gente mala é gente mala, seja em 140, 1400 ou 14.000 caracteres. A única diferença é que com 140 a gente nota mais rápido.

 

 

A frase do Andy Warhol adaptada a tempos de twitter : hoje em dia, todo mundo é famoso por 15 segundos.

 

 

PR dilemma : ser bonzinho nos tweets públicos e escroto nas “direct messages” ou o contrário, eis a questão.

 

 

Antigamente, neguinho subia no caixote de sabão e começava a se achar. Hoje, qualquer caixinha de chiclete Adams serve.

 

 

Blogueiro previamente desconhecido ser famoso já era idiotice, mas a idéia de “twitteiro famoso” chega a ser perigosa. #ataquederisomata ?

 

 

Sim, eu quero saber da sua idéia ou do link legal que você achou. Mas se quisesse saber o jogo do SEU time lance a lance eu ligava o rádio.

 

 

O problema dos 140 caracteres é que neles não cabe estilo, racionalização nem beleza, mas espaço pra preconceito e grosseria tem de sobra.

 

 

Tweets “pé-na-cara” sem destinatário claro são a melhor maneira de deixar os amigos paranóicos e os conhecidos ofendidos. Coragem não mata.

 

 

Twitteiro compulsivo é que nem videomaníaco tarado, que prefere filmar o próprio bebê se arrebentando a ir ajudar o bichinho.

 

 

Não gosta da @fulana ? Não leia a diaba da @fulana. Ou você come jiló só pra ficar o dia inteiro reclamando do gosto ?

 

 

“Vou unfollow @deus e @omundo” ou “quem não gostar pode me dar unfollow, tô nem aí” = “eu sou a última bolacha do pacote no MUNDO”

 

 

Ser excessivamente sincero no twitter = como fazer inimigos e irritar pessoas #porquecêachaqueeuescreviissonoblogenãonotwitter ?

 



Escrito por Cynthia às 15h34
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Cinema e vídeo, Livros


 


Histórico
01/11/2014 a 30/11/2014
01/10/2013 a 31/10/2013
01/09/2013 a 30/09/2013
01/05/2013 a 31/05/2013
01/02/2013 a 28/02/2013
01/10/2012 a 31/10/2012
01/08/2012 a 31/08/2012
01/07/2012 a 31/07/2012
01/05/2012 a 31/05/2012
01/02/2010 a 28/02/2010
01/01/2010 a 31/01/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004


Outros sites
Gatim Forever
Fal
Scarlet Cam
Crônicas Urbanas
Ma Helena & Chris
Smorgasblogs
Fridas
Marcio Gaspar
Avant dernière
Zeno & Pinto
Ratapulgo
Mau humor
Mme Mean (& Belly !)
Max
O Bagaço da Laranja
Inagaki
Solange
Jean Boechat
Rozzana
Malvados
Catarina (with a ghostwriting mum)
Yara
Milton Ribeiro

rmx, el pupo et al
Catarro Verde
Cláudia Lyra
Patty Diphusa
Blog da Xará
Dito assim
Hermenauta
Paula
Claudio Luiz
l.
Carla
He Is Evil
Edu
Kris
Lu
Renata
Idelber
Lola
Pausa
Sambambaia psicótica
Rubão
Beth
LuiGu
Tec
Silvana
Uh Baby
Celinho
Dalva
Carol
Reverberações
Adrina
Viking Zen
Deh
Zé da Goma
Bela
Calexico
Googa Alayon
Meg Marques
Nervocalm gotas
Non importa dove
Tati Perolada
Pedro
Jojo
Dra. Cristiane
Tuca
Pat Köhler
Marcos VP
Cyn City - The old town
BBC (Ivan Lessa)
Mutts
Post a secret
Cattoons
Orneryboy
Her !
Rose is Rose
Clientcopia
Comix w/o words
Cute (kids') games
AJUDE O INSTITUTO CISNE
Zé Simão







UOL
adopt your own virtual pet!