SEM LENÇO, SEM DOCUMENTO

Deve ter algo que eu deteste mais do que caminhar. Deve ter. Lavar louça, talvez ? Mas isso a empregada faz, e nos fins de semana, meu lindo gatim toma essa bala por mim. Criar documentários, os tais “vídeos institucionais” ? Hm, 2º lugar, fácil, mas faz tempo que eu não faço isso, e pelo jeito, devo ficar muito mais tempo ainda. Mas acho que a caminhada ainda se mantém firme na 1ª colocação da minha Hate Parade particular. Não que eu seja especialmente fã de qualquer outro tipo de exercício físico, mas, se bem me lembro – faz teeeeeempo – eu até gostava de musculação, de hidro, e há mais tempo ainda, adorava o futebol de salão e o pouquinho que eu fiz – e abandonei por pura falta de talento – de capoeira. Mas andar, principalmente quando não é pra ir de um ponto a outro, e sim em círculos, feito um hamster, me causa uma ojeriza tão grande que é até difícil de explicar. Acho que é porque qualquer ganho em saúde ou condicionamento que isso cause demooooooora pra aparecer. Ou porque eu me recuso a pisar numa esteira ou a pagar academia pra ficar andando no mesmo lugar, e nesse caso é preciso andar na rua, ou melhor, em praças, desfilando minhas banhas em calças de lycra que ninguém deveria ver jamais. Porque eu odeio calor, detesto suar, e moro numa cidade quente pacarai, mesmo nos meses mais fresquinhos.  Porque a praça onde eu caminho tem um ponto de táxi cheio de homem fofoqueiro e uns três trailers de sanduíches – aqui chamados de pit-dogs, acho que numa mistura de pit-stop com hot-dog – que, além de sintonizar as piores rádios e os piores programas de TV em alto volume, ainda espalham cheiros malignos e proibidos pra quem tá, ou deveria estar, de dieta. Mas tenho ido, ateisticamente*, cinco vezes por semana, quando já tá escuro. Não só porque tô véia e preciso cuidar do meu coração antes que ele desista de mim. Não só porque reencontrei recentemente 5 kg deixados pra trás em tempos mais felizes e quero dar um perdido neles de novo (e em mais uns 15 irmãozinhos deles, se possível). Não só porque se eu ficar mais tempo sem sair de casa logo começarei a latir pra estranhos e, quiçá, até pra amigos e conhecidos. Mas sim porque vou junto com meu bem. De mãos dadas, suando feito uma porca e atraindo inveja de quem não tem um amor pra chamar de seu, mas conversando, e rindo, e aproveitando a simples, gratuita e besta alegria de estar junto com meu lindo, sem TV, sem mais nada nem ninguém nos separando ou exigindo a atenção de um ou outro. Ainda não perdi nem 100g, mas depois de cada caminhada dessas, palavra que me sinto mais leve. Vai ver é por isso que dizem que caminhar faz bem pro coração.

 

*Eu ia dizer "religiosamente", mas é muita hipocrisia.



Escrito por Cynthia às 17h15
[] [envie esta mensagem]



DIÁLOGOS BOBOS - POLÍTICOS, PRESERVACIONISTAS E NUTRICIONAIS

 

- Se crioncinhas de pais direitecas têm medo de comunistas-papões que vêem nelas sua guloseima preferida, do que terão medo as crioncinhas filhas de esquerdistas ?

- Sei não... de Ogro Mainardi ?


- Falar nisso, será que a PETa também vai processar o Dioguinho ? Talvez num processo conjunto, com a Warner Bros. Cartoons ?

- Por quê ?

- Por ter matado barbaramente o coitadinho do Pepe Le Pew... pra depois ficar desfilando por aí usando o cadáver do pobre como peruca.

 


- Sabe o que o traidor de la revolución diz quando chega em casa ?

- Mmm... “Abajo el comandante Fodel” ?

- Não, ele diz “Querida, Che é gay !!”

  


- Só mesmo Itália e Brasil pra ter esse espécime absurdo, o padre comunista.

- Uai, absurdo por quê ?

- Por quê ? Tá louca ? Ópio do povo, né ?! Comunismo e catolicismo não têm nada a ver um com o outro !

- Tem a dieta, né ?

- ...

- Os adeptos das duas são chegados em comer criancinhas...

 



Escrito por Cynthia às 13h11
[] [envie esta mensagem]



TIMING É TUDO NA VIDA

Muita gente não gosta do Arnaldo Antunes, por muitas e variadas razões. Eu sempre gostei, e ainda gosto, mesmo depois que ele se juntou com o Chatinho Brown e a Marisa pra fazer aquela pífia tentativa de Tropicália II, a Farsa. E gosto mais ainda agora, depois que ele resolveu ter um momento-Frankenstein e tocar por conta própria, nas caixas de som do meu computador, no exato momento em que uma chata de uma operadora de telemarketing me achou no sacrossanto recesso (yeah, onde mais, desempregadinha da Estrela ?) do meu lar pra me falar de um benefício (?!) que um dos maiores bancos do país – do qual eu não sou cliente, nem quero ser – resolveu me oferecer, claro que baseado na pura bondade de seu capitalista porém desinteressado coração de chocolate com marzipã (oh, céus, por que é que eu faço isso comigo mesma ? Agora vou ficar salivando o resto do dia...). Enquanto eu dispensava educadamente a moça, com minha melhor voz de “Senhorita, tô me segurando pra não estar te mandando à contra-puta que esteve te parindo, de ré”, o Arnaldão ganhava vida que nem um Bela Lugosi cyber-eletrônico-digital e danava a cantar em background - E ALTO - “Quem quiser papo comigo tem que calar a boca enquanto eu fecho o bico / e estamos conversados”.  Ou seja, além de fofo e mágico, o cara ainda tem o maior senso de oportunidade. Como é que eu vou não gostar de um cara desses ?



Escrito por Cynthia às 15h42
[] [envie esta mensagem]



TV É...

Assistindo ao episódio de House da semana passada descobri  que deficiência de vitamina B12 pode causar sentimentos de culpa (?!). Herética como sempre, pensei logo “Uau, isso pode significar o fim das religiões ocidentais”. Mas logo minha outra personalidade – sim, eu tenho duas, principais, e mais um montão de subpersonalidadezinhas, beibes. Meu nome é legião, mwahaha – entrou na jogada pra cortar minha onda : “Que nada, a distribuição de suplementos vitamínicos com que você sonhou aí agora só ia acabar  com o catolicismo e o judaísmo, que são baseados em culpa. As seitas evangélicas são movidas a outras coisas : a suposição da surdez divina, complexo de superioridade, ganância e bajulação.”. É, a diaba tá certa.

 

 

Assistindo a um pedaço do Happy Hour no GNT, semana passada – ou atrasada, não sei bem, que esse negócio de não trabalhar, dormir às 3 da manhã e acordar ao meio-dia todo dia tá mexendo com minha noção de tempo -  vi/ouvi um dermatologista todo fodão, cheio de PhDs e importâncias, dizer que quando “Maria Antonieta ia ser executada, na noite antes de ir pra forca (sic), seus cabelos ficaram completamente brancos”. É o Danny Pizza fazendo escola.

 

 

Na mesma semana, vendo um trechinho do programa da zilionária Oprah, fui obrigada a mudar de canal quando ela disse pra uma convidada, que tinha mudado radicalmente de vida, que a história dela (a convidada) tinha feito um giro de 360º. E não foi erro de tradução, não, que eu ouvi o “three-sixty” muito bem. É a Adriane Raspadinha Galinsteu lançando moda.

 

 

Há uns meses, minha cunhada e minha sobrinha viram, não sei em que programa de TV, o tal Latino-bundalelê falando pras macacas de auditório  “e agora vamos fazer a contagem regressiva : um, dois, três...”. É o Mobral fazendo falta.



Escrito por Cynthia às 11h46
[] [envie esta mensagem]



VAI CAGAR NO MATO, MOLEQUE !

Juro que não é corporativismo, até porque nunca me senti tão distante dos publicitários em geral quanto agora, e se o Arnaldo Antunes caísse de pára-quedas na minha frente neste minuto e me perguntasse qual é a minha laia*, acho que esta seria a última coisa que me ocorreria responder. Mas como eu já trabalhei muito, muito tempo (demais da conta) inventando historinhas engraçadinhas, emocionantes, didáticas e mais ou menos criativas pra tentar vender produtos desnecessários pra pessoas sem dinheiro, não posso evitar ser solidária, ou pelo menos mais benevolente, com os redatores. Porque eu sei que nem sempre são eles que têm as idéias idiotas, que fazem o casting inadequado, que escolhem o locutor irritante, a trilha nojenta ou o bordão insuportável. Por tudo isso eu perdôo os pobres criadores que fizeram a disgrama daquela propagandinha asquerosa do menino cagão que insiste em soltar seu barrinho na casa do pobre amigo Pedrinho. Pode ser que o cliente seja do tipo que acha fofo crianças falando sobre dejetos corporais – conheço bem o tipo, é a mesma laia* que acha liiiindo botar criança com a cara breada de chocolate na época da páscoa. Pode ser que aquele gnomozinho chato com o corte de cabelo mais imbecil do mundo seja filho do cliente, sobrinho da moça do marketing, irmãozinho da menina do atendimento. E se for, até a essas criaturas eu estendo meu magnânimo e não-solicitado perdão, afinal eu sei que o amor cega mesmo as pessoas, ainda que não seja do tipo sexual ou romântico. Mas quem não tem desculpa e deveria ir imediatamente pro dantesco e infernal piscinão de cocô fumegante dos quintos do Hades - que, ao contrário da casa do Pedrinho, não tem desodorante anti-bosta -, é o @#$%&$ do mídia que programa aquela porcaria pra passar pelo menos 2 vezes em cada break de cada série de cada canal de cada TV fechada do país. Alguém demite esse cara, pelamor. Ou pelo menos façam boicote ao produto, pra ver se adianta, se eles se tocam e tiram do ar essa... ah, vá lá. Merda.

 

* No meu tempo, “laia” era uma palavra pejorativa. Pra mim, continua sendo. Et pour cause.

 



Escrito por Cynthia às 17h59
[] [envie esta mensagem]



PTERODACTYLUS' BLUES

Quanto mais eu olho em volta – e olha que eu evito ao máximo : nunca vejo TV aberta, não leio jornal nem revistas há mais de um mês, só leio blogs de gente que pensa e escreve mais ou menos igual a mim e só sei (pouco) do que acontece no mundo quando vejo, quase sempre sem querer, as inevitáveis chamadas na página de abertura do UOL – e percebo quais são os valores, comportamentos, interesses e “virtudes” valorizadas no mundo de hoje, seja em termos profissionais, morais, políticos ou o cazzo alato, sabe como eu me sinto ? Como uma excelente, talentosa, capacitada, bem-treinada, virtuose, insubstituível, inigualável e imbatível... fabricante de agulhas de gramofone.



Escrito por Cynthia às 15h05
[] [envie esta mensagem]



UMA IMAGEM EXPLICA MAIS QUE DUAS PALAVRAS

Tô mesmo !!

Escrito por Cynthia às 12h45
[] [envie esta mensagem]



SERÁ QUE DETECTO UM PEQUENO TRAÇO DE MAU HUMOR NESTE TEXTO ?

Assim caminha a humanidade brasilidade. Eu, que sou tão honesta, trabalho tão direitinho e respeito o dinheiro dos clientes e a inteligência do público (às vezes até mais do que deveria),  continuo desempregada, sem retorno nem do que já me havia sido dado como certo, levando tomé de sub-peréio-turned-into-ad-executive que contrata frila sem combinar preço e esperando telefonemas que nunca virão, mas em compensação o animal que faz a versão - e taca a legenda - de um filme traduzindo "expense sheets” (lista de despesas) como "lençóis caros" e "you couldn't even get rid of the shades" (você não podia nem tirar os óculos escuros) como "você não pôde fugir das sombras", esse filho duma égua com charreteiro tá com trabalho garantido, fodendo com os diálogos do filme, a compreensão do público monoglota e "gerando renda" pra si próprio, né ? Empregadores de merda, trabalhadores de merda, paisinho de merda. Por mim morriam todos.



Escrito por Cynthia às 14h29
[] [envie esta mensagem]



DIÁLOGOS BOBOS - 3 RECENTES E UM DA ÉPOCA EM QUE EU AINDA TINHA EMPREGO (FINALMENTE LIBERADO, MAS COM CORTES)

 

- Mas o problema é que você fala cada coisa pro cara que ele fica sem ação, cê quebra as duas pernas dele...

- Bom, no caso daquele lá, se eu quebro duas, pelo menos ainda sobram mais duas intactas, né ?

 


 

- Depois de hooooras no cabeleireiro, cercada de peruas e piruetas loiras de chapinha, mais chatas que pizza atropelada e mais vazias que estádio em jogo de 3ª divisão, pelo menos eu posso dizer que tem duas coisas que ninguém vai me tirar, nunca, jamais, em tempo algum.

- O que, conhecimento e senso de humor ?

- Nah, isso aí qualquer Alzheimer destrói em dois tempos.

- Então o que é que ninguém te tira, nunca-jamais-em-tempo-algum ?

- Sobrancelha e cutícula, beibe.

 


 

- ...e aí o filhinho dessa minha amiga teve que tirar um testículo, com 5 aninhos !

- Nossa, tadinho dele, isso deve doer...

- Eu fiquei pensando, será que isso não vai prejudicar a vida sexual dele no futuro ?

- Acho que não, né. O Hitler também só tinha um e fodeu com milhões de pessoas na Europa inteira...

 


 

me: Putz, além de já estar cada vez mais difícil criar praquele nanico minúsculo e fanho, filho da puta careca, corno e broxa do N****, mal eu consigo expelir uma bosta duma idéia, chegam mais DOIS jobs pro mesmo @#$&*#... com prazos urgentes, ainda por cima.

Nelson: Puta merda...

me: Eu juro que não dou conta.

Nelson: Uh, neném. Se eu pudesse ajudar...

me: E como se não bastasse, a anta do atendimento-substituto ainda tá pedindo 12 segundos de janela (num comercial de 30) pra colocar DUAS ofertas !

Nelson: Caralho.

me: Com a minha sorte, devem estar oferecendo um ornitorrinco otorrinolaringologista com especialização em fonoaudiologia e técnico em cineangiocoronariografia, em apenas duas mil, quinhentas e quarenta e sete parcelas de novecentos e noventa e nove reais e noventa e nove centavos, sendo as primeiras mil duzentas e setenta e três vezes em cheque pré-datado do Grande Banco Fiduciário de Pindamonhangaba, as próximas mil duzentas e setenta e três em cartão de crédito do Constitucionalíssimo Banco de Itapetininga e a última, caso seja paga em dia, transformada em bônus e trocada por uma caricatura feita a pena de ganso por Dom Pedro I e assinada por extenso : Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon.



Escrito por Cynthia às 10h06
[] [envie esta mensagem]



KREDIT KARMA COLLECTORS NEVER SLEEP

Quando eu era pequena - tá bom, mesmo depois que eu fiquei média, e grande, e imensa, e grande, e média, pequena de novo, e grande outra vez, e média, e grande, e gg (ah, cês entenderam) – e fazia algo fora dos preceitos do manual da boa menina, minha mãe sempre me ameaç... digo, me dizia : "quando você tiver seus filhos você vai ver" e "um dia seus filhos vão fazer com você o que você tá fazendo comigo". Como praga de mãe é coisa muito séria, e ela realmente fazia parecer que a pior coisa que alguém poderia fazer com outra pessoa seria manter o próprio quarto bagunçado, não ajudar a lavar a louça e não obedecer cegamente a cada palavra que ela pronunciava, ou pior ainda, ousar não adivinhar o que ela queria e providenciar, mesmo antes que ela própria soubesse o que era, achei mais seguro nem ter filhos (mentira, não foi por isso, não. É que eu sempre achei criança dos 6 aos 8 anos e dos 12 aos 20 um saco, e sempre tive certeza de que eu seria uma péssima mãe). Já que realmente não os tive (gata maluca não conta), imaginei que estava livre da fatura do kredit karma, pelo menos nesse particular. Hah. Muito me enganei, amiguinhos. Pois faz tempo que ela já tomou a justiça nas próprias mãos. Uma vez que eu não tenho filhos pra me fazer pagar por todos os terríveis males que causei, minha astuciosa genitora (progenitora é a vovozinha. Mesmo. Etimologicamente, pelo menos, e eu prefiro assim.) arrumou um jeito de, em pelo menos um aspecto, cobrar a dívida  - e com os suaves acréscimos de praxe entre agiotas e o sistema bancário nacional. Como ? Simples. Deixando entrar por um ouvido e sair pelo outro sem reter nada, com expressão ausente e vagamente entediada, provavelmente igualzinha à minha aos 13 anos  - juro que só falta o chiclete de bola - tudo o que eu falo com sabedoria, ponderação e , óbvio, unicamente para o bem dela. Tsc.



Escrito por Cynthia às 00h22
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Cinema e vídeo, Livros


 


Histórico
01/05/2017 a 31/05/2017
01/02/2017 a 28/02/2017
01/01/2017 a 31/01/2017
01/11/2016 a 30/11/2016
01/09/2016 a 30/09/2016
01/06/2016 a 30/06/2016
01/05/2016 a 31/05/2016
01/04/2016 a 30/04/2016
01/02/2016 a 29/02/2016
01/11/2015 a 30/11/2015
01/09/2015 a 30/09/2015
01/08/2015 a 31/08/2015
01/07/2015 a 31/07/2015
01/06/2015 a 30/06/2015
01/03/2015 a 31/03/2015
01/11/2014 a 30/11/2014
01/10/2013 a 31/10/2013
01/09/2013 a 30/09/2013
01/05/2013 a 31/05/2013
01/02/2013 a 28/02/2013
01/10/2012 a 31/10/2012
01/08/2012 a 31/08/2012
01/07/2012 a 31/07/2012
01/05/2012 a 31/05/2012
01/02/2010 a 28/02/2010
01/01/2010 a 31/01/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004


Outros sites
Gatim Forever
Fal
Scarlet Cam
Crônicas Urbanas
Ma Helena & Chris
Smorgasblogs
Fridas
Marcio Gaspar
Avant dernière
Zeno & Pinto
Ratapulgo
Mau humor
Mme Mean (& Belly !)
Max
O Bagaço da Laranja
Inagaki
Solange
Jean Boechat
Rozzana
Malvados
Catarina (with a ghostwriting mum)
Yara
Milton Ribeiro

rmx, el pupo et al
Catarro Verde
Cláudia Lyra
Patty Diphusa
Blog da Xará
Dito assim
Hermenauta
Paula
Claudio Luiz
l.
Carla
He Is Evil
Edu
Kris
Lu
Renata
Idelber
Lola
Pausa
Sambambaia psicótica
Rubão
Beth
LuiGu
Tec
Silvana
Uh Baby
Celinho
Dalva
Carol
Reverberações
Adrina
Viking Zen
Deh
Zé da Goma
Bela
Calexico
Googa Alayon
Meg Marques
Nervocalm gotas
Non importa dove
Tati Perolada
Pedro
Jojo
Dra. Cristiane
Tuca
Pat Köhler
Marcos VP
Cyn City - The old town
BBC (Ivan Lessa)
Mutts
Post a secret
Cattoons
Orneryboy
Her !
Rose is Rose
Clientcopia
Comix w/o words
Cute (kids') games
AJUDE O INSTITUTO CISNE
Zé Simão







UOL
adopt your own virtual pet!